23 de dezembro de 2011


Ela sabia bem lá no fundo, que aquele encontro poderia ser o ultimo. Ou, o recomeço de uma nova historia. A vida não tinha sido relevante com eles. Pra ser sincero, ela foi bem injusta e justa com o tempo. Mas existia uma especie de imã, que os atraia. Não existia orgulho ou traição maior que aquela atração física que se nomeava como amor. Era um momento só deles, feito pra eles e nada mais. Clarisse levantou cedo e suas ações eram passar horas em frente ao espelho ensaiando um discurso imenso pra dizer pro seu querido, Zé. Ela sabia que no fundo, palavras poderiam machucar.. e naquele momento, a unica coisa que tinha que ficar intacto era o amor, e assim deixar seu coração falar..
Clarisse encheu o pulmão de coragem, e falou:
— Não preciso de ninguém, Zé. [suspirou] Só de você!
– Clara Rangel

Um comentário:

  1. Os adultos vivem dizendo que a adolescência é um dos perídos mais
    marcantes da vida. Mais o que o adolescente pensa disso? (sinopse do meu blog)
    Acessa o meu blog?
    "Blog de uma adolescente"

    http://blogdeumagarotaadolescente.blogspot.com/

    Espero a sua visita, se gostar do meu blog, segue lá, ficarei muito feliz.
    Desde já obrigada, tenha uma ótima semana.
    Atenciosamente Tainã Almeida.

    ResponderExcluir

Sinta-se em casa e volte sempre!