20 de novembro de 2010

" Essa morte constante das coisas é o que mais me dói. "
Caio F. Abreu

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se em casa e volte sempre!